"Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham, nem fiam. E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles".

domingo, 4 de maio de 2014

Dificuldades ortográficas e gramaticais da língua portuguesa

1ª AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA

ou a

Emprega-se:
a    
·        Ideia de tempo futuro
                     Ex.:  Daqui a pouco teremos uma grande decisão de futebol.

·        Ideia de distância
Ex.:  O teatro fica a 5 quilômetros da escola.

·        Na expressão a tempo quando significa em tempo
Ex.:  Ele chegou a tempo de tomar o ônibus.
·        Ideia de tempo passado (pode ser substituído por faz)
Ex.: Há duas semanas que não o vejo.


ATIVIDADES

Complete com há ou a:

1.      dias que não vou pescar.

2.      Ele mergulhou a três metros de profundidade.

3.      Daqui a alguns anos, os homens ainda se lembrarão do bate papo e das conversas informais que, muito tempo, vem sendo importantes formas de comunicação.

4.      Você se referiu, há dias, as diferenças entre a linguagem escrita e a falada, dizendo que, só a alguns anos, começaram a ser, realmente estudadas de modo científico.

5.      Acredita-se que, de hoje a alguns anos, os homens terão uma comunicação mais pessoal como muito deixaram de ter.

6.      séculos a preocupação do homem tem sido superar os limites do tempo e do espaço: daqui a algum tempo, tenho certeza, o homem voltará a sentir a necessidade de uma comunicação mais pessoal.

7.      uma semana que não leio jornais, daqui a pouco tentarei ler alguns números atrasados.

8.      A cidade fica a dez quilômetros daqui, parando tanto, não chegaremos a tempo de ver o espetáculo que começará daqui a 40 minutos.

9.      O acidente ocorreu a poucos metros daqui, uns dez minutos.     Daqui a pouco chegará a polícia.

10.  tempo não trabalho tanto quanto agora.


2ª AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA


AONDE ou ONDE?

Aonde é empregado com verbos de movimento:  ir, chegar, levar.
Onde é empregado com verbos que não indiquem movimento.

Ex.:   Aonde você foi?
         Onde você se hospedou?

ATIVIDADES

1-  Onde estão as crianças?
2-  Aonde você foi tão tarde?
3-  Aonde levaremos o casal?
4-  Onde fica a rua Direita?
5-  Elas gostam do apartamento onde moram.
6-  Aonde foste com tanta pressa?
7-  Ainda não sei onde ficaremos hospedados.
8-  Aonde levaremos este material?

**********************************************************************
VIAGEM ou VIAJEM

Viagem é substantivo.   Viajem é o verbo no presente do subjuntivo.

Ex.:   Espero que você faça uma boa viagem.
         Viajem bastante enquanto vocês podem!

ATIVIDADES

I – Complete com viagem ou viajem:

1-  Minha última viagem de ônibus foi maravilhosa.
2-  Desejo que vocês viajem confortavelmente.
3-  Tivemos alguns problemas durante a viagem.
4-  Não creio que eles ainda viajem.
5-  Filha, como foi a viagem?
6-  Espero que vocês viajem em paz.
7-  Minha última viagem foi tumultuada.
8-  Acredito que eles viajem bem cedo.

II – Construa frases empregando viagem ou viajem

Eu tenho feito muitas viagens de negócios.
Ele se despediu rápido, mas desejou que vocês viajem tranquilamente.


3ª AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA


ESTE, ESSE ou AQUELE

Os pronomes este(a), estes(as), isto referem-se a seres próximos ao falante (emissor, aquele que fala).
Ex.:  Este livro aqui, na minha opinião, é ótimo.

Os pronomes esse(a), esses(as), isso referem-se a seres próximos ao ouvinte (longe do emissor ou falante).
Ex.:  Onde compraste sua gravata, Pedro?

Os pronomes aquele(a), aqueles(as), aquilo referem-se a seres distantes do falante e do ouvinte.
Ex.: Você conhece aquele homem lá?


ATIVIDADES


I – Empregue este, esse, aquele, flexionado ou não:

1-    Veja aquela casinha lá no alto do morro.

2-    Este meu cachorrinho de estimação é uma graça, disse Carlinhos.

3-    Onde compraste esse brinquedo, Rodrigo.

4-    Amigo, aquele senhor de pé, lá na frente, é meu tio.

5-    Filha, aonde vais com esse pacote?

6-    Esta revista aqui, na minha opinião, está muito boa.

7-    Você conhece aquela criança lá?

8-    Essa revista que você está lendo é interessante?

9-    Sim, esta revista é ótima.

10-          É aquela que você leu ontem?

11-          Veja aquele carro lá! Parece um modelo importado.


4ª AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA


MAL = antônimo de bem
MAU   = antônimo de bom

Ex.:  A menina dançou mal.
         Estou num mau dia.

Observação:
Mau é sempre adjetivo.  Modifica o substantivo.
         Ex.: Menino mau
                 Menina má

Mal pode ser advérbio (modo), substantivo ou conjunção (subordinativa adverbial temporal).

         Ex.: João fala mal. (advérbio)
                A preguiça é um mal. (substantivo)
       Mal chegamos em casa, começou a chover. (conjunção)

ATIVIDADES


I -      Complete com mau ou mal.

1-  Ele tem fama de ser um mau caráter.
2-  O paciente chegou muito mal ao pronto socorro.
3-  Infelizmente tivemos um mau começo.
4-  Minha filha foi mal nas provas.
5-  Não pense mal das pessoas.
6-  Ele tem sido um mau aluno.

II -     Complete com mau, maus, má, más, mal ou males, usando:
         (1) adjetivo      (2) advérbio      (3) substantivo      (4) conjunção

1-  Fiz um mau (1) negócio.
2-  O filme começou mal (4) chegamos no cinema.
3-  Muitos professores leem pouco e escrevem mal (2).
4-  Você teve uma (1) ideia quando me propôs deixar a cidade.
5-  A ignorância é o pior dos males (3).
6-  Deixe de ser (1), menina.
7-  João é de índole (2).
8-  Mal (4) entrei na sala, todos cobraram a promessa.


5ª AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA

CESSÃO, SEÇÃO OU SESSÃO

Cessão é o ato de ceder.
Ex.:  O governador fez a cessão de um terreno aos sem-terra.

Seção é repartição.
Ex.: Você encontra isso na seção de roupas.

Sessão é a reunião de pessoas para um determinado fim.
Ex.: A primeira sessão de cinema começa às duas horas.



ATIVIDADES

I – Complete, empregando cessão, sessão ou seção:


1 – A cessão de direitos já foi entregue a nós.
2 – Hoje não haverá sessão de teatro.
3 – Na seção de eletrodomésticos você encontra o fogão.
4 – Houve uma sessão espírita naquela casa.
5 – Antes de morrer, fez a cessão de todos os seus bens.
6 – Em cada seção desta firma, há um chefe.
7 – Na Câmara dos Deputados, realizou-se uma importantíssima sessão para debates sobre projeto de lei referente à cessão de terrenos a empresários estrangeiros.



6ª AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA

PORQUE, POR QUE, PORQUÊ, POR QUÊ

1 – Porque é empregado em frases declarativas, isto é, como conjunção coordenativa    explicativa ou conjunção subordinativa causal.
Ex.: Venha, porque sua mãe precisa de você. (conjunção coord. explicativa).
              Não compareci à reunião porque estava viajando. (conj. subordinativa causal).

Obs.: - Porque é conj. coord. explicativa quando, normalmente, aparece depois do verbo no imperativo.

2 – Por que é empregado:

a)     em frases interrogativas (advérbio interrogativo).
Ex.: Por que você está atrasado?

b)    em frases declarativas, no sentido de a razão pela qual, o motivo pelo qual.
Ex.: Não sabemos por que ela está aborrecida.

c)     no sentido de pelo(a) qual, pelos(as) quais.
Ex.: Esta foi a razão por que não estive presente.

3 – Por quê é empregado nos mesmos casos anteriores, mas no final das frases.
       Ex.: Você não saiu mais cedo.  Por quê?
               Ele foi demitido sem saber por quê.

4 – Porquê é empregado como conjunção substantiva (acompanhado de artigo) no sentido de   motivo.
      Ex.: Não sei o porquê da sua atitude.
             Vamos discutir os porquês destes problemas.


ATIVIDADES

I – Complete com porque, porquê, por que ou por quê.

1 – Se estão noivos, por que não se casam?
2 – Ele só falou porque havia clima para isso.
3 – Não fomos ao jogo porque choveu.
4 – O espetáculo foi interrompido por quê?
5 – Por que o espetáculo foi interrompido?
6 – O espetáculo foi interrompido porque um dos atores sentiu-se mal.
7 – Não sabemos por que o espetáculo foi interrompido.
8 – Ignora-se o porquê da interrupção do espetáculo.



7ª AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA

MAS, MÁS ou MAIS

Mas é conjunção e significa porém, todavia.
Ex.: O rapaz é culto, mas pouco simpático.

Más é adjetivo e significa ruins.
Ex.: Não devemos andar com más companhias.

Mais pode ser advérbio e quer dizer aumento.
Ex.: Estuda mais e serás aprovado.

Mais pode ser substantivo e quer dizer o restante.
Ex.: Por hoje é só, o mais fica para amanhã.

Mais pode ser preposição e quer dizer em companhia de.
Ex.: Meu tio mais sua filha estão vindo para cá.


ATIVIDADES

I – Complete com mas, más ou mais:

01 – Elas são más companheiras de trabalho.
02 – Papai foi a livraria, mas não encontrou todos os livros.
03 – Leia mais e você escreverá melhor.
04 – Eu não acredito em más ideias.
05 – É mais fácil criticar do que fazer.
06 – Ela era bondosa, mas não demonstrava isso.
07 – O seu boletim apresentava notas boas e más.
08 – Os índios trouxeram más/mais notícias para nós.
09 – Mas minha filha, por que você não fez o trabalho?
10 – O mais dos dias, ele acorda muito tarde.
11 – Papai mais seu irmão pensa assim.
12 – A vida é dura, mas é maravilhosa.
13 – Suas más atitudes tornaram-no um homem sem amigos.
  

II – Crie algumas frases, utilizando mas, más e mais.

·        Ele é um aluno extrovertido, mas estuda com seriedade.
·        Quem anda em companhia de pessoas más, está propício a praticar o mal.
·        Você quer receber mais, quer um salário maior, então qualifique-se. Estude mais.



8ª AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA

Para eu ou Para mim

* Usa-se para eu e não para mim com verbos no infinitivo (eu deve ser sujeito do verbo no   infinitivo).    Nos demais casos usa-se para mim.

Ex.:  Esse livro é para eu ler?
              Essas balas são para mim?


ATIVIDADES

I – Complete com eu ou mim:

01 – Tenho que ler bastante para eu escrever melhor.
02 – Para mim não há nenhum problema.
03 – Não há desentendimento entre mim e ti.
04 – Percebi que o plano era para eu desistir do jogo.
05 – Não vá sem mim ao cinema.
06 – Sem eu autorizar, ninguém deve entrar nesta sala.
07 – Já houve muitas discussões entre ti e mim.
08 – Para mim, aceitar esta condição é humilhante.
09 – Todos se voltaram contra mim naquela ocasião.
10 – Quanto a mim não faço objeções ao plano.
11 – Acho que eles estão olhando para mim.
12 – Todos aqueles trabalhos são para eu revisar.


Observação:

Os pronomes eu e tu do ponto de vista da gramática normativa do Português culto, não devem ser acompanhada de preposição.   Assim, deve-se escrever:

                        Entre mim e ti não há segredos.

                                      e não

                                  Entre eu e tu

Observe os exercícios 3, 5, 6, 7, 9 e 10 – casos em que a preposição rege os pronomes.

Preposições: - com, contra, de, desde, em, entre, para, perante, sem, sob, sobre, para, a, até, após, perante, por, ante...
.
.
.
.


2 comentários:

Renan Polizio Bueno disse...

Ainda há muita gente escrevendo 'mais', no sentido de 'mas'. E em outras vezes, raras, mas acontecem, pessoas escrevendo 'mas', no sentido de 'mais'. Boas as explicações, Juarez!

Cristyane Queiroz disse...

Nossa, que belas explicações! Adorei, entendi melhor o assunto e ajudar-me-á muito amanhã em minha prova. Beijos, fique na paz! :D